O Censo da Educação Superior 2021, divulgado pelo Inep e pelo MEC, mostra que em apenas uma década (2011-2021) o chamado Ensino a Distância (EaD) cresceu 474%. Apesar de boa parte desse boom ter ocorrido como resultado da pandemia, é inegável que a modalidade de cursos on-line seguirá como uma tendência nos próximos anos. 

Seja pelos custos menores, pela logística simples ou por serem negócios facilmente escaláveis, os cursos pela internet continuam a se proliferar, abrindo espaço tanto para instituições de ensino, quanto para influenciadores digitais e profissionais experientes. No entanto, conforme a concorrência aumenta, chamar a atenção do público-alvo e atrair novos alunos pode ser uma tarefa bem difícil. 

Desta forma, mais do que preparar um conteúdo didático aprofundado e de qualidade, é essencial desenvolver uma estratégia específica de marketing para cursos, que seja capaz de gerar interesse no seu target e estimular mais pessoas a se inscreverem. 

Veja as 10 principais formas de se destacar: 

1 – Construa sua relevância na web

Quando falamos de cursos on-line, a reputação é algo importantíssimo. Afinal, uma pessoa contrata o seu curso por achar que você é uma referência na área e pode transmitir algum conhecimento que vá agregar na vida profissional ou pessoal dela. 

Então, antes de simplesmente lançar seu curso na internet, o primeiro passo é desenvolver um marketing de conteúdo consistente, que gere interesse no target, que mostre o seu conhecimento (ou o conhecimento da sua equipe) no assunto e aumente o seu brand awareness, tornando você ou a sua instituição mais conhecido (a) entre o público. 

 Alguns canais digitais que você pode utilizar para construir relevância e reputação são: 

  • YouTube: invista em miniaulas através de shorts e conteúdos mais longos e aprofundados, que mostrem seu conhecimento e instiguem o público-alvo a querer mais. 
  • Streamings de áudio: outra forma de trazer conteúdos mais elaborados é criar seu próprio podcast. Um estudo da Statista em parceria com o Ibope mostra que o Brasil é o terceiro maior consumidor de podcasts do mundo, com mais de 30 milhões de ouvintes.
  • Blog: além de  trazerem um maior aprofundamento, os blogs, ricos e desenvolvidos de acordo com as melhores práticas de SEO, fazem com que você apareça com maior destaque nas buscas do Google, quando alguém procurar por algum assunto que você possa elucidar.
  • Instagram (feed): crie carrosséis e reels informativos, trazendo dicas rápidas sobre assuntos bem específicos da sua área, por exemplo: como falar determinada palavra em Inglês; o que é alienação fiduciária (caso queira dar um curso de advocacia) etc. Você pode, inclusive, publicar cortes dos seus vídeos do YouTube no reels. 
  • Instagram (stories): invista em stories interativos, com enquetes, quizzes e stickers de perguntas, assim será possível conhecer melhor o seu target. 
  • Facebook: além de vídeos e posts com dicas rápidas, coloque links para os artigos do seu blog. 
  • TikTok: se você pretende atingir um público mais jovem, é fundamental investir em marketing no TikTok. Nesta rede, foque em vídeos informativos curtos, leves e com uma dose de bom humor, de preferência aproveitando trends do momento e com músicas de fundo que estejam bombando na plataforma. 

2 – Ofereça conteúdos exclusivos para captar leads 

Agora que você já conquistou certa relevância no mercado e a confiança de parte dos seus potenciais alunos, ficará mais fácil engajá-los nas suas próximas ações publicitárias. Chegou a hora de transformar seus seguidores em leads (contatos).

Para estimulá-los a registrarem seus e-mails ou números de WhatsApp, você pode disponibilizar um e-book gratuito para download, sendo que a única condição para baixá-lo é preencher um formulário em uma landing page, deixando os dados de contato.  

Outra opção é promover uma miniaula ou live exclusiva para aqueles que se inscreverem na landing page ou entrarem no grupo do WhatsApp até o dia tal. Além de gerar leads, essa estratégia servirá para que seu público tenha uma pequena degustação do seu método de ensino e do conteúdo do curso. Para garantir a presença, anuncie que haverá um desconto especial para os participantes.  

Uma vez que você tenha os e-mails ou números dessas pessoas em mãos, será muito mais fácil estabelecer um marketing de relacionamento, alimentando-as com conteúdos relevantes, promoções, novidades e divulgando os cursos que lançar. 

3 – Crie páginas de captura otimizadas

Uma das estratégias para captar leads é atraí-los para uma landing page chamativa, que esteja otimizada de acordo com as melhores práticas de User Experience (UX). Assim como divulgá-la nas suas redes sociais, site, blog, entre outros canais, usando também anúncios segmentados. 

O conteúdo dessa landing deverá ser o mais curto possível, estimulando a ação. Se a recompensa que você deseja oferecer é um e-book, deixe apenas uma descrição do livro e call-to-action. Se for uma live ou miniaula, coloque a data, horário e o conteúdo programático, com alguma chamada para a ação também.     

É essencial que a página contenha um formulário que seja breve e direto, exigindo apenas as informações mais importantes do visitante para que ele possa baixar o e-book ou se inscrever na live/miniaula. Entre elas, o e-mail, que será o canal de contato.  

Importante! 

A página deve ser integrada com o Google Analytics e alguma plataforma de automação de e-mail (RD Station, Mailchimp etc.). 

Isso permitirá que você programe vários disparos de e-mails para os seus leads em datas ou intervalos de tempo pré-programados, de acordo com a sua estratégia, construindo uma régua de relacionamento. Além disso, você terá acesso a métricas importantes, como: 

– Número de acessos; 

– Porcentagem dos visitantes que clicaram no botão de conversão (no formulário); 

– Quantas pessoas abriram o e-mail;

– Qual porcentagem das pessoas que abriram o e-mail e interagiram com o botão para baixar o e-book ou acessar a live; 

– Qual o tempo de permanência na página e no e-mail. 

4 – A estratégia do lançamento meteórico 

Outra estratégia para conseguir leads e conquistar novos alunos para o curso, de forma mais rápida e em um curto espaço de tempo, é a estratégia do lançamento meteórico. Ao contrário da página de captura, ele utiliza o WhatsApp como ponto central, em vez do e-mail. 

O lançamento meteórico começa com a etapa de antecipação, na qual você divulga para o seu público-alvo, por meio de anúncios segmentados, que vai lançar um curso novo com desconto ou, se for seguir a estratégia anterior, uma miniaula gratuita como degustação.  

Explorando o gatilho da exclusividade, informa que dará o desconto ou disponibilizará a miniaula apenas para aqueles que entrarem no seu grupo de WhatsApp. No próprio anúncio pode haver um botão já direcionando para o grupo. 

Uma vez que os leads estiverem dentro do grupo, você os alimentará com informações sobre o curso (ou sobre a miniaula), trará conteúdos relevantes e se colocará à disposição de todos para tirar dúvidas, durante 2 ou 3 dias. Às vésperas do lançamento, divulgará o desconto ou o link da miniaula. 

Importante! 

Se estiver planejando receber um grande número de leads, o ideal é criar vários grupos de WhatsApp com o mesmo nome e automatizar a entrada das pessoas nesses grupos por meio de ferramentas como o JoinZap. 

Afinal, o WhatsApp tem um limite máximo de pessoas por grupo. 

5 – Utilize o gatilho da urgência 

Com leads e seguidores já conquistados, hora de lançar o curso! 

Muitas pessoas costumam procrastinar ou se perder entre os diversos estímulos oferecidos pela internet, sempre “deixando para depois”. Para evitar esse tipo de problema, utilize os gatilhos da urgência e aversão à perda durante o lançamento. Por exemplo: 

– Dê um desconto apenas para os primeiros X alunos que se inscreverem; 

– Lance o curso com X% de desconto apenas nos 4 primeiros dias; 

– Limite as vagas das primeiras turmas. 

Isso fará com que o target tenha mais “pressa” para realizar a ação, por medo de perder a oportunidade ou ficar de fora. 

6 – Crie campanhas de lookalike e remarketing para divulgar o lançamento do seu curso

Você pode pegar a lista de leads que conquistou nas etapas anteriores para criar campanhas de remarketing, com anúncios segmentados para essas pessoas especificamente, que aparecerão para elas no Google e nas redes sociais. 

Se quiser ampliar ainda mais o seu público, você também pode usar essa mesma lista para criar uma campanha de lookalike (públicos semelhantes) na divulgação do curso. 

Funciona assim: você sobe a lista no Facebook Ads e define que uma porcentagem (entre 1% e 10%) do público segmentado para receber seus anúncios deve ter características parecidas com as dos leads listados. Ou, no Google Ads, simplesmente sobe a lista com os leads, para que ela contribua para o aprendizado da ferramenta. 

Assim, seus anúncios conseguirão alcançar pessoas que possuem um perfil com maior semelhança aos seus leads mais qualificados, ou seja, têm maiores chances de se interessarem pelo seu curso. 

7 – Foque nos resultados durante a sua comunicação 

Todo mundo entra em um curso buscando aprendizado. No entanto, é importante saber de que forma essa pessoa pretende usar esse aprendizado: para conquistar um novo emprego? Apenas ser fluente em uma nova língua? Abrir o próprio negócio? Faturar mais? 

Mais do que dizer que a pessoa vai aprender determinada coisa, é importante focar em quais serão os resultados práticos que seu aluno conquistará após terminar o curso e quais são os diferenciais da sua metodologia para que isso aconteça. O que realmente o motiva a se inscrever e assistir às suas aulas? 

Exemplos: temos um método para que você seja fluente em espanhol em um ano; com nossa metodologia de 4 passos, nossos alunos aumentaram seu faturamento em 40%. 

8 – Use a prova social 

Outro gatilho muito importante quando falamos de cursos on-line é a prova social. Quem melhor que os próprios alunos ou ex-alunos do curso para dizer se ele vale a pena ou não? 

Por isso, não deixe de usar depoimentos de pessoas que tenham feito seu curso e gostado, preferencialmente em vídeo. 

Busque também saber números sobre seus ex-alunos, para que possam ser usados na sua comunicação. Ex.: quantos dos alunos que fizeram seu curso de empreendedorismo conquistaram um novo negócio? Quantos ficaram fluentes em Inglês, após seu curso de língua inglesa? 

9 – Estimule seus alunos a chamarem novos alunos 

Uma forma clássica de fazer isso é por intermédio daquelas velhas promoções de indicação: indique x amigos e ganhe Y% de desconto; traga mais tantos amigos no momento da inscrição e ganhe 3 mensalidades grátis etc. 

No entanto, você também pode simplesmente desenvolver um marketing pós-venda eficaz, que, aliado a um bom conteúdo das suas aulas, torne seus alunos evangelizadores da marca. 

10 – Conte com uma agência com experiência no assunto 

A agência de marketing digital e publicidade Fizzing 360º tem uma equipe de especialistas em marketing para cursos, com todos os profissionais necessários para realizar campanhas de lançamento, criar landing pages que convertem, executar estratégias de comunicação bem segmentadas e estruturadas, além de monitorar todos os resultados. 

Veja um exemplo de case da nossa equipe nessa área:


Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *